CELTICS ENTRE OS ELENCOS MAIS CAROS DA NBA

Muito foi cogitado sobre em qual jogador o Boston Celtics usaria a excessão comercial (TPE) de 17 milhões, mas, para a surpresa de todos, Brad Stevens além de não usá-la, fez um movimento muito bom agregando Malcolm Brogdon ao elenco, por 22,6 milhões.


O Celtics também foi atrás de Danilo Gallinari, um ótimo chutador de três pontos para dar mais profundidade ao banco. Gallo, como é popularmente chamado, está com um contrato de 13,3 milhões por duas temporadas de contrato, sendo o segundo ano uma Player-option.


Junto dessas aquisições, Boston manteve também Sam Hauser e Luke Kornet, esperando evoluir ambos os jogadores durante a temporada, e, como todo o elenco principal foi mantido, o elenco conta com 12 jogadores, sendo necessário então preencher pelo menos mais duas das três vagas restantes.


É projetado que o Celtics tenha a 5ª folha salarial mais cara de toda a NBA, com uma folha de pagamento projetada de 170,1 milhões, e ainda uma multa aplicada, por extrapolar o teto de gasto (luxury tax), em 45,2 milhões, chegando assim a um pagamento combinado de 215,3 milhões.


Segundo Yossi Gozlan, do HoopsHype, a franquia de Boston evitou por pouco a Luxury Tax na temporada passada, e, assinando com mais dois jogadores, luxury tax subiria para 59 milhões, excedendo os 230 milhões para a próxima temporada.


Warriors, Clippers, Nets e Bucks são na ordem as franquias que estão na frente do Celtics de depesas de folha salarial + Luxury Tax sendo também os times que mais darão trabalho na busca do 18°banner.


Onde você torcedor acha que o Boston pode chegar com esse elenco? E quem você acha que deveriam ser os dois novos nomes para o elenco? Alguém do training camp ou algum jogador que ainda está na free agency?


Deixe nos comentários suas opiniões.



26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo