AVALIAÇÃO PRÉ-TEMPORADA: TATUM E A ARTE DE EVOLUIR A CADA TEMPORADA

Do ponto de vista individual, Jayson Tatum foi um monstro em todos os sentidos na temporada 2021-22 e ponto!


Ele atingiu recordes pessoais durante todo o ano, ele foi eleito para o primeiro time ideal da NBA (All-NBA First Team) pela primeira vez, ele terminou em sexto na votação do prêmio de MVP da temporada, e foi o melhor jogador do melhor time da Conferência Leste.


A única conquista que faltou para a, ainda jovem, estrela celta foi a de "campeão da NBA", já que o Boston Celtics lutou mas não conseguiu superar o imparável Stephen Curry e o experiente Golden State Warriors nas finais. A boa notícia para os fãs de Boston é que Tatum tem apenas 24 anos e agora tem muita motivação para entrar em seu sexto ano na liga, "Temos que levar isso a outro nível para fazer o que queremos fazer", disse Tatum após a derrota do Boston no jogo 6 para os Warriors.


O que significa "levar a outro nível" para a estrela mais brilhante dos Celtics? Continuamos nossa série de destaques dos jogadores, destacando as realizações de Tatum e suas possíveis áreas de melhoria.


Estatísticas de Tatum 2021-22

Temporada regular: 26,9 ppg, 8,0 rpg, 4,4 apg, 1,0 spg, 45,3% FG, 35,3% 3PT (76 jogos)

Pós-temporada: 25,6 pgg, 6,7 rpg, 6,2 apg, 1,2 spg, 42,6% FG, 39,3% 3PT (24 jogos)


Situação contratual de Tatum

Tatum deve faturar 30,4 milhões em 2022-23 no segundo ano de sua extensão máxima de contrato de cinco temporadas por 163 milhões. Ele tem uma Player Option para a temporada 2025-26 e será um agente livre irrestrito em 2026.


Qual será o papel de Tatum no Celtics de 2022-23?

Tatum novamente será o principal jogador celta - idealmente com um pouco menos de trabalho.


Tatum registrou um total de 3.714 minutos entre a temporada regular e os playoffs em 2021-22, de longe o maior número da NBA. Essa carga de trabalho pareceu alcançá-lo nas finais, onde ele acertou apenas 36,7% dos arremessos de quadra e 31,6% em tentativas de 3 pontos. O principal jogador celta provavelmente liderará a equipe em minutos novamente em 2022-23 como o ponto focal de seu ataque e uma peça-chave em sua defesa. Mas a adição de Malcolm Brogdon na offseason dão ao Boston uma injeção de profundidade que pode permitir que o técnico Ime Udoka gerencie um pouco mais os minutos de Tatum durante os 82 jogos. Isso sem contar a adição de Danilo Gallinari que infelizmente teve um rompimento dos ligamentos do joelho e muito provavelmente desfalcará a equipe por toda a temporada.


A temporada de Tatum será um sucesso se...

... O Celtics vencer o título.


Isso é o que Tatum vai nos dizer, de qualquer maneira. Depois de conseguir quase todas as conquistas individuais na última temporada – incluindo o Troféu Larry Bird inaugural como MVP das finais da Conferência Leste – o objetivo principal de Tatum deve ser levar Boston ao título.

Ativar o modo Garçom

Tatum tem uma chance muito boa de atingir esse objetivo se continuar a se desenvolver como craque: o Celtics venceu 18 dos 23 jogos da temporada regular em que Tatum registrou pelo menos seis assistências e fez um 7-0 perfeito nos playoffs quando ele distribuiu pelo menos oito assistencias.


Tatum é um dos cestinhas mais completos da NBA e é um defensor de elite que ganhou um punhado de votos de All-Defense. Se ele puder continuar a acumular assistências enquanto limita os turnovers, será difícil encontrar falhas em seu jogo.


Maiores obstáculos para o sucesso de Tatum

Fadiga e rotatividade.


Tatum está tendo um merecido descanso após uma maratona de basquete de 22 meses que incluiu uma medalha de ouro com a equipe dos EUA nas Olimpíadas de Tóquio. Nenhum time tem uma offseason mais curta do que o Celtics, no entanto, e se ele continuar registrando muitos minutos nesta temporada, é possível que o cansaço o alcance na pós-temporada.


A fadiga às vezes se manifesta em turnovers descuidados, e essa é uma área que Tatum precisa melhorar: ele cometeu um recorde da NBA de 100 turnovers em 24 jogos na pós-temporada. Esse número alto é parcialmente um subproduto da alta taxa de uso de Tatum, mas a margem de erro é pequena no nível mais alto do jogo.


Resumo

Com um elenco de apoio mais forte, Tatum deve ser um cestinha mais eficiente (embora um pouco menos produtivo) em 2022-23. Também podemos esperar um recorde de assistencias, já que Tatum teve uma média de 5,1 assistências por jogo após a pausa do All-Star Game com os cinco titulares de Boston totalmente intactos.


Temos poucas dúvidas de que Tatum possa registrar outra campanha como All-NBA First Team e reforçar seu status como um dos 10 melhores jogadores da liga. O verdadeiro teste virá na pós-temporada, onde uma série de talentosos adversários do Leste o aguardam.


Tatum tirou algumas lições valiosas daquela derrota nas finais para os Warriors, no entanto, não ficaríamos surpresos se o melhor jogador de Boston adicionar um Bill Russell NBA Finals MVP ao seu manto em junho do ano que vem...



17 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo